Por Bruna Miranda para o Guia Slow Living | Um

“O Slow Living é tanto um estilo de vida quanto uma filosofia em comportamento de produção e consumo. Nesse último caso, as decisões de compra são baseadas em um senso comum de atributos e valores das marcas que enfatizam a qualidade sobre a quantidade, a autenticidade e as responsabilidades ambientais e sociais.” – Jason Drebitko, consultor americano de desenvolvimento de negócios

Devagar. Um estilo de vida inspirado no slow envolve uma abrangência que ultrapassa o significado literal da palavra. Viver mais lentamente? Sim, principalmente com a aceleração que tomou conta do mundo. Mas é bem mais do que isso. O slow living sugere uma vida e trabalho inspirados por valores simples e reais. Menos esquecidos pela velocidade, pelo piloto automático e pelos excessos que transformaram as pessoas em consumidores compulsivos e o senso de comunidade em competição acirrada.

Uma vida preenchida por significados, realizações e propósito. Equilíbrio. Sentir na pele e na alma o bem estar, a serenidade, o bem viver. De maneira holística, interconectados que estamos – todos nós e o planeta.

O conceito do slow living vai além do sustentável. Somado a isso, entram a cooperação, respeito, gratidão, celebração e resiliência. Um viver consciente inspirado por reflexões que nos direciona para novos olhares e novos caminhos. Em tempos conectados, um resgate de valores e sabedorias que trazem de volta o compartilhar. Conexão entre todas as pessoas, lugares e seres vivos, inclusive com nós mesmos. Cuidar e proteger nossa casa em um sentido mais amplo.

Podemos comemorar: essa visão já está sendo realizada em todo o mundo, por uma incrível variedade de pessoas. Ambientalmente, socialmente, economicamente e culturalmente. Todos em busca dos mesmos propósitos de uma vida mais plena, justa e respeitosa.

O Slow Living é um incentivo sem regras e tarefas a serem cumpridas. Seu foco é na busca pessoal por mais leveza, equilíbrio e consciência, para novos e motivadores caminhos, descobertos e vivenciados a seu tempo e inseridos com consistência. Escolhas cuidadosas que abrangem seus benefícios para o nosso redor.” – Bruna Miranda, idealizadora do Review e Guia Slow Living