Inverno | Purificar

Por Bruna Miranda

Publicado em , , | Tags : , , , , , , , , , , , ,

Dentre os valiosos resgates que vale a pena fortalecer a cada dia é a consciência com relação aos ciclos da natureza e sua energia própria, para aproveitarmos todo o seu potencial. A natureza nos influencia o tempo todo e a vida moderna nos cortou as relações com esses canais sensitivos, e trazer isso de volta nos envolve em significados, tanto sensoriais quanto de reconexão com a energia da Terra. Para nos sintonizarmos de novo ao ambiente e para vivermos melhor! 

Por exemplo, nesse inverno que nos trouxe temperaturas mais baixas e até inesperadas, é um momento excelente para a introspecção, para direcionarmos nossa atenção a coisas belas e profundas. Se isso não é observado de maneira mais clara, pode ser encarado como uma tristeza, uma angústia… 

O inverno é para desacelerar, reduzir a velocidade e aprendermos a entrar na quietude dos nossos sonhos. Nos ensina que esse momento de reflexão sobre nosso interior existe inclusive para digerirmos ideias antigas e plantarmos ideias novas. Ele traz a possibilidade de focarmos nossas potencilidades em um novo semear e, assim, nos deixar em contato com o nosso melhor; sim, o inverno nos mostra como somos abundantes. Como em cada estação, nos presenteia com virtudes que influenciam nosso corpo, mente, emoções e alma: agora é o momento de limpar, renovar, purificar. 

O inverno é uma estação para aguçar a inteligência enquanto “hibernamos”. Podemos nos deliciar com suas receitas deliciosas e que aquecem, com roupas que abraçam, atividades mentais e manuais, meditar. Hora de dar ao cérebro o treino que ele precisa, mesmo que o corpo esteja pronto para descansar. E sentiremos como tudo isso é bom e essencial…

O sol se recolhe mais cedo e aparece pouco; a terra se purifica e se prepara nesse recolhimento necessário. As energias da natureza estão voltadas para dentro, pulsando, armazenando força para a renovação, esperando o momento certo de florescer.

O inverno chega para renovar as esperanças, trazer novas promessas de realização. O momento de purificação e renascimento. O vento frio purifica e limpa a Terra. Faz com que as pessoas fiquem mais em casa, mais para dentro, a fim de manter o calor. No inverno tudo parece estar meio adormecido, congelado, mas, na verdade, grandes crescimentos estão ocorrendo. As sementes que estavam dentro da Terra começam a se enraizar. O crescimento é para dentro. Esse crescimento interior, são essas raízes que permitirão à planta desabrochar na primavera.

Aproveitamos o inverno, para compartilhar mais em casa nossas experiências e ensinos, avaliamos nossas realizações e propósitos, praticamos a paciência e nos preparamos para os fins e renascimentos. O inverno é a estação propícia para a paz, para recuperar a força, perdoar, ter compaixão por tudo à nossa volta. 

Celebra a alegria de pertencer, o valor do vínculo familiar e dos relacionamentos. Marca um tempo para fazer ajustes, da purificação da intenção, a preparação da chegada da primavera e a transição para um novo ciclo de atividades. Momento para melhor escutar e compreender e integrar palavras, pensamentos e atitudes.

PURIFICAR

No corpo físico, procurar por alimentos puros, integrais, respirar bem, atitudes saudáveis, purificar o corpo. No mental é olhar para o mundo com os olhos de uma criança. Livrar-se dos preconceitos, sarcasmos, julgamentos, fofocas, intrigas. No nível emocional é praticar a honestidade, a espontaneidade, receptividade, integridade, buscar de equilíbrio e auto-realização. No espiritual é nosso encontro com o Eu Superior, com a alma. Buscar Essência Divina e confiar mais.

 Para contemplarmos os presentes que a vida nos deu, praticar doações.

A maior lição do inverno é a dádiva de dar. É a nossa maior responsabilidade compartilhar com os outros a dádiva do nosso conhecimento adquirido e do amor que compartilhamos com todos os outros seres, sabendo que quanto mais damos amor, mais recebemos. O inverno traz essa energia da compreensão intuitiva dessa dádiva e junto com ela está uma grande perspicácia em sintonizar sonhos e visões, tanto nossos como de outras pessoas. Um ciclo termina para recomeçar o próximo com mais foco no caminho da alma.

Fontes consultadas: Celebrando os solstícios – Madras – Tempos Sagrados

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Jornalista e escritora, se inspira na busca por um viver mais consciente e significativo e é idealizadora do Review e da revista Guia Slow Living. Percebe o slow como ...

Publicações Relacionadas