Você já medita – ou pode meditar – de outras igualmente boas maneiras

Por Bruna Miranda

Publicado em , , , , | Tags : , , , , , , , , , ,

Quem já aderiu à meditação sabe que não se trata de exagero todos os benefícios que lemos e ouvimos sobre a prática. Calma, paz interior, alegria, saúde vibrante, relacionamentos positivos, satisfação. Mais energia e entusiasmo, intuição, consciência, criatividade, clareza, foco, relaxamento, harmonia. Menos stress, raiva, tensão, frustração, preocupação. Um aliado perfeito à ansiedade. De acordo com a instituição Arte de Viver, o descanso e renovação que ganhamos na meditação é ainda mais profundo do que durante o sono.

Realmente, se fico alguns dias sem meditar pela manhã, principalmente, a vida começa a dar uma bagunçada e minha mente começa a se tornar mais pesada e impaciente.

E sabe o que é mais incrível? Que a meditação pode ser mais do que apenas se sentar e se desligar, acalmar, respirar. Isso por si só já é fantástico, mas podemos somar: as práticas comuns que igualmente nos tiram da rotina, dos pensamentos excessivos e que focam a nossa atenção em algo que nos traz paz também podem ser consideradas um meditar. São atividades que fortalecem em nós a valorização do que é realmente importante e real: o momento presente, o agora.

ARTE

Pintar, cozinhar, ouvir música, tocar instrumentos, escrever ou ainda inventar algo artístico a seu gosto. Qualquer prática produtiva e contemplativa nos traz ao presente e “segura” o nosso foco, deixando as preocupações de lado e aumentando o fluxo de consciência criativa.

Foto Charlotte Lynggaard

Foto Charlotte Lynggaard

ADMIRAR A NATUREZA

Contemplar, cuidar e até conversar com as plantas, ouvir e sentir o mar, perder-se na imensidão das estrelas. Sensações que trazem ao nosso corpo e mente a percepção de que fazemos parte de algo maior, do todo, em constante evolução, deixando nossa consciência mais clara e livre.

Foto Luisa Brimble

Foto Luisa Brimble

DEITAR

Simples assim. E assim como quando nos sentamos na posição de lótus para meditar, deitar também deixa o corpo relaxar e, fechando os olhos, você pode (ir tentando…) se desligar um pouco de seus pensamentos, clareando a consciência. Mas sempre que os pensamentos repetitivos teimarem em lhe roubar a atenção, reconheça-os, aceite-os, deixe-os ir, com leveza. Mais um bom motivo para colocar em prática a sesta pós almoço, por exemplo!

TURISTAR

Viajar! Quer jeito mais atrativo de meditar do que esse? Até mesmo se estiver em sua cidade, dê uma volta como se fosse a primeira vez, descubra novos caminhos. A sensação de conhecer algo novo nos faz perceber de verdade o presente, prestando atenção na realidade com os cinco sentidos, como um observador. Isso nos permite clarear a mente e viver o momento com mais plenitude.

Com a assimilação da meditação diariamente na vida, o quinto estado da consciência, chamado consciência cósmica, desperta. Consciência cósmica é perceber que todo o cosmos é parte de você mesmo. Ao perceber que o mundo é parte de você, o amor flui livremente. Este amor lhe faz forte para suportar as forças opostas e os distúrbios em sua vida e, ao mesmo tempo, de uma maneira suave e delicada.” – Arte de Viver

Aproveite as coisas simples com total intensidade. Apenas uma xícara de chá pode se tornar uma profunda meditação.” – Bhagwan Shree Rajneesh

 

Fonte consultada: Painel Consciente
Foto: New Darlings

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Jornalista e escritora, se inspira na busca por um viver mais consciente e significativo e é idealizadora do Review e da revista Guia Slow Living. Percebe o slow como ...

Publicações Relacionadas