Como vocês fazem para ter espaço no celular e no computador?

Por Diorela Bruschi

Publicado em , | Tags : , , ,

Meu celular lotou, meu e-mail está abarrotado, meu computador sobrecarregou, meu dropbox não aguenta mais nada. Eu posso estar com um guarda-roupa cápsula, um quarto minimalista, uma bolsa enxuta, mas sinto que estou no limite de tudo virtual que quero fazer.

Gosto de fazer vídeos, colagens de fotos, textos, pesquisas e comparações de textos. Eu vivo disso, inclusive. Com todos os meus aparelhos lotados não tenho podido fazer o tanto que queria. Já tive um hd externo que me custou caro e estragou no primeiro uso, então desenvolvi certa aversão. Passei a usar pendrives nessa gambiarra, mas também já estou ficando perdida nessa ideia.

Outro dia descobri que tem jeito de selecionar fotos com estrelinha no whatsapp e pedir para apagar toda a conversa, exceto o selecionado. Achei que aquilo me daria um alívio, mas foi muito temporário. Em dois dias o celular já estava anunciando a falta de espaço de novo. Passei as fotos para o computador. Selecionei e apaguei várias. Coisa que faço sempre. Mesmo assim, no primeiro vídeo, pane no computador. Não há mais espaço. No que a coisa vai para o pendrive, ela não volta mais pra minha vida. Entra no buraco negro dos pendrives e é muito difícil que eu vá encontrar em qual dispositivo ela estava.
A nuvem é uma ideia abstrata demais para mim. Assim como o dropbox (preferia não ter que falar disso aqui). Mas não sou muito boa nisso. Não sei usar. Não confio. Me sinto com 90 anos e me sinto espionada (mais espionada, visto que a falta de privacidade no mundo virtual já é pública e notória – note o trocadilho, por favor, obrigada!).
Meu e-mail. Socorro! Me desinscrevi de todas as newsletters que podia. Muita coisa já vai direto para a caixa de spam, mesmo assim, de tempos em tempos, vejo que ficou uma mensagem importante sem resposta. Por que? Porque entre uma mensagem importante e outra, recebo duzentas mensagens desimportantes ou de propaganda, ou mesmo de amigos que reenviam apenas coisas não personalizadas. Aliás, isso também aconteceu no facebook e no whatsapp. Ninguém mais conversa, todo mundo só repassa.
O meu whatsapp é atualmente um apanhado de fotos e vídeos de filhos de amigos. Todos lindos e adoráveis. Me sinto um monstro quando tenho que apagar. Mas sei que você também apaga. Algumas vão pro pendrive.

Há um tempo tentando sair do 95% de lotação do meu e-mail, pensei que encontraria a solução antes de ter que mandar este texto. Pensei de verdade que na própria internet encontraria uma solução para sistematizar melhor meus documentos e manter tudo organizado. Mas ainda não encontrei. Todo dia perco muito tempo apagando coisas, salvando outras, passando tudo para o pendrive, me desinscrevendo de outras tantas coisas que eu gosto, mas que não estou podendo acolher agora. Você, pessoa esperta, tem uma fórmula inteligente para este problema?

Se tiver, deixe nos comentários, porque se me avisar por e-mail, terei dificuldade de encontrar.

Texto relacionado.

Compartilhe esta história

Sobre Diorela Bruschi

Advogada, redatora e professora, vive entre o Brasil e a França e seus contrastes culturais. Autora dos blogs Direito é Legal e Saída à Francesa, aprecia a vida em comunidade ...

Publicações Relacionadas

Sobre o tempo