Se tivesse mais tempo eu iria…

Por Bruna Miranda

Publicado em , , , | Tags : , , , , , , , ,

Inspirada pelo painel da Candy Chang durante o Festival da Gentileza, em nosso Espaço Slow Living, na Praça da Liberdade, algumas pessoas compartilharam com a gente o que fariam se “tivessem mais tempo”. Esse bem finito que nos é tão valioso e que, a cada dia mais, “passa voando”.

Fica a reflexão para nos perguntarmos isso com mais frequência: quais são as nossas prioridades? O que eu amo, o que representa muito para mim, mas estou deixando em segundo, terceiro plano? Quais os meus maiores desperdiçadores de tempo? Muito tempo em redes sociais, por exemplo? Como eu poderia aproveitar ao máximo o tempo em algumas de minhas tarefas diárias das quais não consigo escapar, como ficar no trânsito, para citar uma das mais comuns de quem vive em grandes cidades. E ainda, será que com alguma transformação maior em minha vida, um desejo mais profundo e que ficou esquecido, eu não conseguiria trazer à tona uma realização que me trouxesse mais tempo para mim mesmo, para o que importa e para quem eu quero por perto? Que tal colocar no papel, colocar um pouco de si a cada dia nesse projeto pessoal…

Afinal, sem dúvidas a aceleração e as demandas do mundo, o excesso de tecnologia, dentre outros, nos trazem essa angústia do tempo passar cada vez mais rápido. E o tempo é o que fazemos dele. O que temos em mãos é definir nossas prioridades e ficarmos atentos. O tempo que temos é apenas o agora, para onde é essencial direcionar nosso foco de atenção e energia!

Se tivesse mais tempo…

– Eu leria mais, iria em cinemas, museus, aprenderia tango e alemão.

– Faria mais exercícios físicos, ouviria mais as pessoas, leria mais, aprenderia alguma luta e a tocar violoncelo.

– Iria a mais lugares bonitos, que enchem a vista e o coração. Leria mais, pensaria mais nas coisas boas da vida. Conversaria com mais pessoas. Andaria mais sem sapatos…

– Passaria mais tempo com as pessoas que eu amo, viajaria mais, contemplaria com mais intensidade cada momento.

– Passaria mais tempo com meus animais, conheceria mais pessoas e passearia mais.

– Leria todos os livros que comprei e ainda não li, viajaria pelo país e depois pelo mundo, passaria mais tempo com minha família, faria mais das coisas que me fazem feliz.

O que é simples e essencial, as companhias afetivas, o aprender, o explorar. Dos principais motivos pelos quais vivemos…

E você, o que faria se seu dia tivesse 48 horas?

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Bruna é empreendedora e jornalista, idealizadora da plataforma Review e da revista impressa Guia Slow Living, e está experimentando uma vida nômade pelo Brasil. É movida pelo que é atemporal ...

Publicações Relacionadas