O slow living e a sua influência

Por Bruna e Ismael

Publicado em , , | Tags : , , , , , , , ,

Artigo escrito por nossa idealizadora, Bruna Miranda, para o portal Minas Marca – Grupo de comunicação especializado em informações sobre marketing com foco na economia criativa de Minas Gerais. O Slow Living como um incentivo a uma nova abordagem de comportamento e consumo. Agradecemos o convite!

Em uma época de incertezas como a que vivemos atualmente, acredito ser de grande importância observarmos os crescentes movimentos que buscam melhorias por meio de novas percepções. Mais do que um período de crise, estamos passando por profundas transformações que abrangem todas as esferas de nossa vida pessoal e em sociedade.

A aceleração que tomou conta do mundo – e suas consequências – chegou a tal ponto que um desses movimentos vem chegando para nos reconectar com nós mesmos, com as relações humanas, com os outros seres e, também, com o que consumimos: o slow living. Esse conceito amplo e acolhedor, que já se encontra em desenvolvimento em todo o mundo, deixa para trás uma visão utópica e atinge em cheio realizações pessoais e profissionais seguindo a lógica do novo consumidor consciente, das inovações e de uma nova economia em formação.

O slow living, por meio de seu conjunto de valores, visões e ações, resgata o tempo saudável de se viver e de se criar e torna viável o desenvolvimento sustentável. Afinal, se passamos tanto tempo acreditando e vivendo como se os recursos naturais fossem infinitos e os bens que acumulamos, indicativos de sucesso, agora o que ganha força é uma relação de transparência e consciência.

As marcas começam a oferecer seus produtos e serviços alinhados a valores que vão além do preço e da identidade. Com o consumo consciente colocado em prática, muito mais do que uma sustentabilidade de relatórios de fim de ano, as atitudes da empresa com relação à sua produção e coerência de posicionamento afetam, cada vez mais, a decisão de compra das pessoas. O novo consumidor quer saber como o produto foi feito, por quem, em que condições, com quais matérias-primas, se há um cuidado ambiental envolvido, se vai durar e ainda se será, realmente, útil em sua vida. Isso nada tem a ver com uma vida menos prazerosa, mas sim, com menos excessos que nos afogam.

Com relação à sua influência no mercado, o slow living apresenta diversas possibilidades, como, citando algumas, no marketing e comunicação empresarial; na criação e ressignificação de marcas em praticamente todas as áreas; nas startups e seus produtos e serviços compartilhados; nos negócios que buscam minimizar o impacto que causamos no planeta e nas iniciativas que resgatam nossa concentração para o aqui e agora e aliviam nosso estresse.

As oportunidades estão aí e chegam como soluções para os desafios da atualidade. Em conjunto, nos levam a novos e significativos caminhos.

Compartilhe esta história

Sobre Bruna e Ismael

Na estrada para inspirar e compartilhar mais equilíbrio e escolhas conscientes, desaceleradas e significativas. De vida, consumo, trabalho e viagens. Seus benefícios e transformações pro mundo, pra nós mesmos e ...

Publicações Relacionadas