Projeto Amaria em Muzambinho, Minas Gerais, fortalece a relação entre o designer e o artesão

Por Ana Rodarte

Publicado em , | Tags : ,

Um retrato da disciplina, da perseverança, da fé e da criação do artesão.

O projeto Amaria foi fundado em 2003 pela arquiteta e designer Mayumi Ito. A cidade de Muzambinho, no sudoeste de Minas Gerais, antes produtora de algodão, agora se dedicava ao café. A cultura da tecelagem aos poucos se perdia.

Mayumi nasceu no Espírito Santo, se formou em 1984 na Arquitetura na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, e viveu durante 15 anos no Japão. Foi no oriente que Mayumi conheceu movimentos para a valorização do produto artesanal no museu Japan Folk Crafts.

De volta ao Brasil com a Eco 92, Mayumi Ito foi atraída para o artesanato da região de Muzambinho, onde fincou raízes e iniciou um trabalho educativo junto às artesãs.

Hoje, o Amaria engaja artesãos da região de Muzambinho em torno da tecelagem, do bordado e do tingimento através de programas de capacitação. Aos poucos, o grupo se torna reconhecido pelo processo de tecelagem manual com fios finos de seda e algodão tingidos naturalmente.

Em sintonia com os ideais do movimento slow, Mayumi aborda a relação entre designer e artesão, afirmando que ela precisa ser construída com persistência, paciência, dedicação, troca de conhecimentos e compreensão mútua.

Neste ano, o projeto Amaria selou parceria com a estilista Flávia Aranha, conhecida por seu trabalho com tingimentos naturais. Mayumi tenta ainda viabilizar a Associação Comercial de Muzambinho , passo essencial para que os artesãos da cidade ganhem maior reconhecimento por seus trabalhos.

Confira o vídeo, desenvolvido pela equipe do movimento Fashion Revolution SP para a Fashion Revolution Week 2016.

Fonte.

Ana Carolina Rodarte - Review Slow Living

Compartilhe esta história

Sobre Ana Rodarte

Formada em Comunicação Social e estudante de Design de Produto. Com o slow, busca significados e valores dentro dos sistemas de produção têxtil. Inovação, sustentabilidade e inclusão social a moveram ...

Publicações Relacionadas