Uma fruta tropical que promete revolucionar o mercado têxtil

Por Bruna Miranda

Publicado em , , | Tags : ,

Uma nova e curiosa aposta para os tecidos ecológicos: é do abacaxi que é possível criar o inovador Piñatex, feito de fibras de folhas da fruta, que são resíduos no processo de colheita.

Atualmente o material está em desenvolvimento no Royal College of Art de Londres, sendo uma alternativa sustentável, amiga dos animais e ainda mais barata para o couro tradicional. Foi criado por Carmen Hijosa, que encontrou inspiração em roupas tradicionais bordadas nas Filipinas, feitas com essas fibras das folhas de abacaxi.

Pinatex | Review Slow Living 2

Foto Reprodução

Como o Piñatex é um subproduto da colheita da fruta (normalmente suas folhas são largadas para decompor no solo), para fazer o material não é preciso o uso de terras a mais. Outro ponto positivo é o rendimento adicional que pode gerar para os agricultores de abacaxi.

A marca Ally Capellino já usou o Piñatex para produzir bolsas. Seu designer, Alison Lloyd, diz que o vê como um tecido original e renovável que seus clientes podem amar. A Puma e a Camper criaram amostras de tênis com o material (na foto acima, e são todos lindos, né?). Versátil, já foi testado também na produção de puffes, bancos de carros, chapéus, cases para smartphones e até como um isolante para edifícios. Devido também às suas propriedades antibacterianas, está sendo testado para uso médico, como em curativos.

Piñatex

Foto Divulgação

O Dr. Claire Pajaczkowska, professor na Royal College of Art, afirmou que “esse é definitivamente o momento para a sustentabilidade”, durante a apresentação “Há 5 Anos Atrás o Royal College of Art Não Tinha Uma Posição Forte Para a Sustentabilidade, Hoje Ele Tem Todo Um Departamento”.

Parece que o Piñatex veio para revolucionar o mundo têxtil, e que veio para ficar! Confira nesse curto vídeo um pouco do seu processo de produção.

Via MateriaBrasil | ananas anam

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Bruna é empreendedora e jornalista, idealizadora da plataforma Review e da revista impressa Guia Slow Living, e está experimentando uma vida nômade pelo Brasil. É movida pelo que é atemporal ...

Publicações Relacionadas