Acessórios em prol do PETA

Por Bruna Miranda

Publicado em , | Tags : , , , , ,

Foi-se o tempo em que couro e peles exóticas de animais eram sinônimo de luxo. Cada dia mais marcas priorizam a proteção animal e ambiental e comprovam que o cruelty free está totalmente conectado a um alto valor em qualidade e estética.

A Freedom of Animals é uma marca sofisticada e elegante, sustentável e cruelty free, de Nova York. Uma opção ecofriendly e ética no mercado de acessórios. Por sua estética apurada, recebeu até a comparação “Céline da moda vegan”. Com clientes famosas e fiéis como Anne Hathaway e Sarah Jessica Parker, a marca se consolida ainda mais com a recente parceria com o PETA – People for the Ethical Treatment of Animals (Pessoas pelo Tratamento Ético aos Animais). A Freedom of Animals criou duas bolsas, em edição limitada, em apoio ao intenso trabalho do grupo pelos direitos dos animais.

A marca produz todas as suas bolsas nos Estados Unidos, usando um “couro” feito de poliuretano reciclado, algodão orgânico e corantes de base vegetal. Cada um dos modelos criados representa uma posição contra algum ato específico de crueldade animal: A etiqueta #AnimalsWeGotYourBackpack na mochila azul claro agradece a sua dona por não usar peles de animais. Já a #TotesforTilly, preta e branca, homenageia a orca Tilikum, confinada no SeaWorld, que se apresenta diariamente nos estreitos tanques do parque.

“Deixar corações serem livres é um valor fundamental que a Freedom of Animals e o PETA compartilham, então eu não poderia estar mais satisfeita em oferecer essa coleção especial”, diz Morgan Bogle, fundadora da marca. “Esta nova linha vai nos ajudar a chegar a um público mais amplo, com a mensagem de que simplesmente não há necessidade dos animais sofrerem e morrerem para a moda”.

Freedom of Animals

#TotesforTilly $208

#TotesforTilly $208

 

Foto do topo: #AnimalsWeGotYourBackpack $288

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Bruna é empreendedora e jornalista, idealizadora da plataforma Review e da revista impressa Guia Slow Living, e está experimentando uma vida nômade pelo Brasil. É movida pelo que é atemporal ...

Publicações Relacionadas