Roupas emprestadas de uma biblioteca de moda

Por Bruna Miranda

Publicado em , , | Tags : , , , , , , ,

É um hábito mais que consolidado que 99% das mulheres reclamam de falta de roupas mesmo com o guarda-roupa lotado. Como a gente sempre fala por aqui, comprar menos e melhor é um passo gigante para melhorar essa mania e facilitar a nossa vida, principalmente para evitar aquelas peças compradas por impulso que ficam encostadas no armário, só ocupando espaço.

LENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODA

Para aumentar a consciência no consumo e contribuir com o meio ambiente, foi criada, por quatro jovens mulheres empreendedoras, a loja LENA (The Fashion Library), em Amsterdã, com o conceito de “biblioteca fashion”, capaz de gerar um mini eco-revolução na capital holandesa. Lá é possível alugar roupas e depois devolvê-las, assim como fazemos com os livros nas bibliotecas comuns. A co-fundadora Suzanne Smulders diz que a ideia veio ao constatarem que 240 milhões de quilos de roupa são jogadas fora, a cada ano, só na Holanda. “É tempo para uma mudança, todo o sistema precisa de revisão. Mesmo que todas as marcas comecem a utilizar materiais ecológicos, tudo ainda é sobre conseguir o máximo de vendas possível. Nossa opinião é que o excesso de consumo é um dos maiores problemas na indústria. Tem que ter mais foco no ofício e na qualidade, para a produção de peças de longa duração que todos nós podemos compartilhar juntos”.

O divertido espaço é exclusivo para roupas femininas e inclui saias, vestidos, shorts e bolsas. Lá é possível encontrar coleções de alta qualidade, vintage, de designers renomados e marcas ecológicas. Funciona assim: as clientes fazem uma assinatura, a partir de € 19,95 por mês (pouco menos de 70 reais) e têm direito a uma quantidade de pontos. Cada peça de roupa da coleção está associada a uma quantidade específica de pontos. Aumentando o valor da taxa mensal, mais pontos são acumulados. Assim, os pontos são utilizados para a escolha das roupas que estão disponíveis para empréstimo.

LENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODALENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODA

Ao se inscrever, as clientes ganham uma sacola da loja, para levar suas roupas sem ter que usar sacolinhas de plástico. Não importa a estação, a loja sempre terá todos os tipos de roupas, de inverno e verão. E como uma biblioteca, o espaço aceita doações de roupas em bom estado.

LENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODALENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODA

Se vestir praticando a moda sustentável com estilo é o objetivo da loja, que mostra ser contra o consumismo desenfreado também com os slogans“Collect Moments, Not Things” (“Colecione Momentos, Não Coisas”), “Sharing Matters” (Compartilhar Importa”) e “Fast Fashion is Like Fast Food” (“Moda Descartável é Como Fast Food”). 

Além do compartilhamento de roupas, outra proposta da LENA é tornar as pessoas mais conscientes sobre a forma como elas cuidam e lavam suas roupas. As fundadoras colaboram com a empresa AEG, que dizem fabricar máquinas que usam menos energia, e lavam todas as roupas com um detergente natural, o Seepje, e, com isso, aumentam a vida útil das peças.

As fundadoras finalizam: “Queremos causar um impacto positivo, mas também fazer a moda ser divertida de novo. Oferecemos peças únicas, um leque flexível de assinaturas – de quem só irá utilizar uma vez até os usuários em larga escala – e também um sistema de trocas no qual as pessoas podem emprestar um item de seu guarda roupa em troca de crédito”.

Assista ao vídeo e inspire-se!

(E um update, leia mais sobre as bibliotecas de roupas – inclusive no Brasil! – e de outras coisas úteis do dia a dia aqui).

LENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODALENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODALENA THE FASHION LIBRARY BIBLIOTECA DE MODA

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Bruna é empreendedora e jornalista, idealizadora da plataforma Review e da revista impressa Guia Slow Living, e está experimentando uma vida nômade pelo Brasil. É movida pelo que é atemporal ...

Publicações Relacionadas