Agenda | Fashion Revolution Day 2015 | Belo Horizonte

Por Bruna Miranda

Publicado em , | Tags : , , , , , , , , ,

Acho que aqui pelo Review nem precisamos mais apresentar a campanha Fashion Revolution, não é? Veja aqui tudo o que já publicamos sobre o assunto. E, agora, vamos saber mais sobre a próxima edição do Fashion Revolution Day?

Pelo segundo ano consecutivo, o Dia da Revolução da Moda será celebrado em quase 70 países com o intuito de conscientizar o consumidor sobre o verdadeiro custo de nossas roupas. Milhares de trabalhadores, no mundo todo, são submetidos a condições precárias em confecções têxteis, sem que tenhamos pistas destas injustiças e violações de direitos. O momento pede a nossa atenção, curiosidade, respeito e atitude!

Por este motivo, o Fashion Revolution quer saber: Quem Fez Minhas Roupas? E você?

Em um evento gratuito e aconchegante, a equipe do Brasil convida para apresentar a proposta do movimento, com muitas conversas e exposições inspiradoras, conversar com profissionais da área que já fazem diferente, e um delicioso lounge para finalizar! A entrada é livre, convide seus amigos!

FASHION REVOLUTION BRASIL

#FASHREVBH

Data: 24 de abril de 2015, sexta-feira
Horário: 19 horas
Local: Casa dos Jornalistas de Minas – Avenida Álvares Cabral, 400 – Centro, BH/MG
Entrada Gratuita

19h – Abertura
Apresentação e Mediação do Evento – Sindicato dos Jornalistas, com Valéria Said – Professora de ética, articulista e jornalista engajada no movimento Slow Fashion.

Em seguida eu, que sou responsável pela comunicação da campanha no Brasil. apresento o Fashion Revolution e os Impactos Socioambientais da Indústria da Moda.

19h20 – Mesa Redonda: Alternativas e Soluções Sustentáveis para o Design de Moda

Luciana Duarte – Mestra em Engenharia de Produção e Designer de Produto. Autora do site Moda Ética. Organizou em Belo Horizonte o projeto The Street Store. Desenvolve projetos em Design e Engenharia para a Moda.

Ana Sudano – Estilista há 15 anos, já trabalhou com Graça Ottoni, Printing, Patricia Motta, Alphorria, Gilda Midani e Animale. Em 2014 lançou sua própria marca, a Grama Roupas Ecológicas, onde ações e políticas empresariais socioambientais são o foco. Já participou, com premiações, do Minas Trend Preview e Paraty Eco Fashion. Também desfilou seu Inverno 2015 no Vancouver Fashion Week, em março, no Canadá.

Lyz Beltrame – Designer de joias, criou as Joias de Vida, feitas sob o conceito do Slow Fashion e atentendo a preceitos de emotional design e sustentabilidade.

Iáskara Isadora – Estilista mineira formada em Design de Moda pela UFMG. De sua marca homônima, cria Vestidos de Noiva e Festa reutilizando sacos de cimento.

Áurea Lúcia – Da marca brasileira de mesmo nome, atua com a moda sustentável e o estilo consciente, com peças produzidas com fibras renováveis, materiais com nível reduzido de insumos de produção e incentivo ao cultivo de fibras naturais orgânicas.

Manu Romano – Arquiteta, Mestre em Design de Moda. Em sua marca Otra Cosa Mariposa, cria acessórios com reaproveitamento de materiais, como cacos de azulejos.

20h20 – Mesa Redonda: Guarda Roupa Sustentável e Consumo Consciente na Moda

Bruna Miranda – Jornalista, idealizadora Review Slow Living/Equipe Fashion Revolution Brasil

Amanda Mendes – Formada em Design de Moda, é consultora de Imagem e Proprietária do Dorotea Brechó.

Gil Sotero – Jornalista, diretor no Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais e blogueiro no BH Bicycle Chic e Camisa de Chita, dedicados ao bicycle lifestyle em Belo Horizonte, em que incentiva o uso da bicicleta como forma de transporte para melhorar a qualidade de vida da população nos centros urbanos e transformar nossas metrópoles em cidades mais humanas.

Zeca Perdigão – Produtor e editor de moda, figurinista de cinema, teatro e publicidade, há 40 anos na área. Foi um dos fundadores do primeiro curso de Moda da UFMG, tendo realizado mais de 200 desfiles e centenas de editorias de moda para revistas e jornais. É professor de criatividade na moda, debatedor de TV e criador da revista Finalmente art Magazine, Circuito da Moda e Estilo.

21h – Exposição/Workshop: A Costura Tradicional, seu presente e futuro; e o trabalho com o reaproveitamento: refazendo roupas com a Customização e o Upcyling.

Maria do Carmo – Estilista e Costureira, especialista em transformar roupas antigas em novas peças.

Durante todo o evento: Exposição Quem Fez Minhas Roupas?
Marcas e estilistas mostram como fazem a diferença na Moda com suas criações Éticas/Sustentáveis.

21h15 – Após a programação, durante o lounge, os designers estarão à disposição para conversar e apresentar seus trabalhos.

Ana Sudano – Grama Roupas Ecológicas
Lyz Beltrame – Joias de Vida – Slow Fashion, emotional design e sustentabilidade
Iáskara Isadora – Vestidos de Noiva e Festa reutilizando sacos de cimento
Áurea Lúcia Design – Moda Sustentável/Estilo Consciente
Manu Romano – Otra Cosa Mariposa, acessórios feitos com reaproveitamento de materiais
Greenpeace BH

Após as Mesas Redondas, teremos um Lounge para troca de ideias e produção de fotos da campanha.

22h – Encerramento e Agradecimentos

FASHION REVOLUTION BRASIL BELO HORIZONTE

* Receberemos doações de roupas que serão encaminhadas ao Núcleo Assistencial Caminhos Para Jesus.

* * Agradecimento Especial à Casa dos Jornalistas e o Sindicato dos Jornalistas de Minas – representados aqui por Valéria Said e Gil Sotero – pelo apoio à campanha e à produção e divulgação do evento e por cederem o espaço para a sua realização.

– Você também pode participar online no dia 24/04, é muito fácil:

1. Tire uma foto com alguma peça de roupa do lado avesso.
2. Poste em suas redes sociais perguntando à marca: “QuemFezMinhasRoupas”? Use as hashtags #whomademyclothes e #FashRev

Você também pode apoiar através do Thunderclap – Campanha Brasil e Internacional.

fashionrevolution.br@gmail.com
fashionrevolution.org

Facebook
Twitter
Instagram

COMO PARTICIPAR FASHION REVOLUTION DAY

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Bruna é empreendedora e jornalista, idealizadora da plataforma Review e da revista impressa Guia Slow Living, e está experimentando uma vida nômade pelo Brasil. É movida pelo que é atemporal ...

Publicações Relacionadas