Stop the water while using me

Por Bruna Miranda

Publicado em , | Tags : , , ,

É esse mesmo o “nome intimação” de uma marca alemã de cosméticos orgânicos: Stop The Water While Using Me! (Pare a Água Enquanto Me Usar!). O objetivo, claro, é passar a mensagem da maneira mais direta (e ainda assim, descontraída), possível, encorajando as pessoas a tomar banho e escovar os dentes evitando o desperdício de água, nosso bem natural mais precioso.

Os produtos usam matéria prima que vem da agricultura certificada orgânica; não contém ingredientes artificiais e que não sejam biodegradáveis; nem corantes e conservantes; não fazem testes em animais e evitam o desperdício de energia durante sua produção. Os sabonetes têm mel em sua formulação, enquanto todos os outros produtos, como pastas e escovas de dentes, hidratantes, lip balm e shampoos são vegan, ou seja, sem nenhum ingrediente de origem animal na fórmula.

Nesse vídeo, uma animação conta um pouco sobre a marca:

As embalagens, com uma estética minimalista (nossa favorita!), são recicláveis e permitem o uso de refis. Na composição, matérias primas como limão, laranja, lavanda, mamão, castanha do Pará (a do Brasil, mesmo), pepino, figo e hortelã.

image_home1

Eles possuem lojas físicas e uma loja virtual que entrega em alguns países, infelizmente o Brasil ainda não incluído. Vale a dica para quem estiver de malas prontas ou ainda encomendar para quem está pelo mundo.

.

Reforçando a mensagem, com o Good Water Projects a Stop The Water se envolve em ações para ajudar os um bilhão de pessoas que não têm acesso a água limpa, doando parte de sua renda a projetos que fornecem água fresca e limpa onde ela é mais necessária. Em seu blog, relatam os projetos, idéias inovadoras que encontram pela internet e abrem espaço para qualquer pessoa que quiser colaborar com algum assunto relacionado. No vídeo, conheça um dos projetos, desenvolvido na Tanzânia:

Fotos Divulgação

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Desde que meu armário coube na mala busco a leveza abundante dos essenciais, dos atemporais, da soma de resgates e inovações.

Publicações Relacionadas

Sem comentários ainda.

Deixe uma resposta

Comentário