Um panorama da São Paulo Fashion Week com a sustentabilidade

Por Bruna Miranda

Publicado em , | Tags : , , , ,

A 38ª edição da São Paulo Fashion Week começa hoje e vai até sexta, 07 de novembro, no Parque Cândido Portinari. A inspiração para a maior semana de moda da América Latina, que completa agora 20 anos em seu Inverno 2015 é o emblemático movimento de design Bauhaus, que revolucionou várias esferas da criação e marcou um momento importante de transição no início do século XX. “A gente fez uma reflexão do legado de construção desses 20 anos. O que significa chegar a esta idade e estar olhando para os próximos 20? Estamos em um momento de reflexão, de limpeza, questionamento, mudança que viveu o mundo naquela época. E que estamos vivendo de novo. É uma leitura disso para hoje”, explica Paulo Borges, CEO da Luminosidade, diretor criativo e idealizador do SPFW.

Dos destaques selecionados pelo Review para essa edição, a presença da estilista britânica Stella McCartney e a participação da marca de tricô mineira Doisélles, de Raquell Guimarães, em que oito presidiários de Juz de Fora, de seu projeto Flor de Lótus – que ensina tricô e crochê para que os detentos possam se incluir socialmente – produziram vinte peças para a Iódice. A marca paulista mesclou as peças de tricô, crochê e macramê produzidas por eles com as outras roupas de sua coleção, inspiradas na tribo africana Wodaabe.

14306221

Croqui Iódice com um mix de peça da marca com casaco tricotado pelos presidiários

A questão da sustentabilidade já teve destaque em edições anteriores do SPFW. Apresentando as coleções de Verão 2013, em junho de 2012, o tema de inspiração do evento foi o conteúdo social com foco na sustentabilidade, com uma exposição de fotos, vídeos e obras baseadas no projeto “A Gente Transforma”, desenvolvido em Várzea Queimada, no Piauí. Um trabalho que mesclou técnicas modernas à história local dos trabalhadores rurais, fotografados em seu cotidiano de muito esforço. A sugestão de tema foi do designer Marcelo Rosenbaum, que utilizou objetos descartados para montar artigos de design. As paredes, moldadas com formas e texturas criativas, foram forradas com papelão.

A sustentabilidade na moda foi também debatida em uma mesa redonda mediada pelo diretor criativo do SPFW, Paulo Borges, e composta por nomes importantes no setor, como o Ministro Corrado Clini, do Ministério do Meio Ambiente da Itália, Oskar Metsavaht, diretor criativo da Osklen, Mario Garnero, presidente do Fórum das Américas e Rafael Cervone, diretor do Programa TexBrasil, da Abit.

A tendência sustentável recebeu ainda atenção especial do estilista Jefferson Kulig, que elaborou sua coleção para o Verão 2013 aliando tecnologia e sustentabilidade. Todo o processo químico de fabricação dos tecidos, como a etapa de curtume, foi substituída por processos enzimáticos que geram resíduos bem menos impactantes ao meio ambiente ao serem descartados, ainda com a economia de água e energia.

Voltando à semana de moda paulista de março de 2013, apresentando o Verão 2014, uma reciclagem do tema da sustentabilidade pautada no ano anterior. Como convidados para cuidar da cenografia, os artistas irmãos Fernando e Humberto Campana escolheram materiais como piaçava e papelão dourado para revestir as paredes. A idéia, segundo eles, era tanto chamar a atenção para a sustentabilidade como remeter à natureza brasileira. Outros materiais usados foram madeira e ramos de mandacaru, extratos vegetais que criaram um elo entre a SPFW e o parque Ibirapuera, ambiente em que esteve inserida.

moda-spfw-fashion-week-20130318-01-size-598

Voltando ainda mais um pouco, em 2007 o evento contou com roupas feitas de materiais menos agressivos ao meio ambiente, como por exemplo a garrafa pet e o algodão orgânico. A iniciativa teve repercussão internacional e foi apresentada também em outros lugares do mundo, como a capital francesa Paris.

Fechando o histórico da semana de moda paulista com uma abordagem geral, o site de pesquisas de tendências Stylight desenvolveu um infográfico para fazer uma homenagem ao evento. A São Paulo Fashion Week em números e curiosidades! Destaque para os 120 painéis solares instalados pela estilista Gloria Coelho, em 2010, para promover a sustentabilidade.

Infográfico-São-Paulo-Fashion-Week1

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Desde que meu armário coube na mala busco a leveza abundante dos essenciais, dos atemporais, da soma de resgates e inovações.

Publicações Relacionadas

Sem comentários ainda.

Deixe uma resposta

Comentário