A revolução da Honest By.

Por Bruna Miranda

Publicado em , ,

Honest by. é uma marca de roupas pioneira, e, por que não dizer, revolucionária. Criada pelo ex diretor criativo da Hugo Boss, Bruno Pieters, foi lançada em janeiro de 2012 e é hoje a única na indústria da moda que informa detalhadamente toda a cadeia de produção e fornecimento de seus produtos e preços.

O belga Pieters teve a ideia que originou sua marca durante um período sabático que durou dois anos, em que se afastou da indústria da moda e foi para o sul da Índia. Designer e diretor de arte premiado, passou a explorar o país, uma experiência que afetou profundamente a sua filosofia pessoal e seu pensamento sobre a moda. Na Índia, pôde observar como as pessoas usavam as roupas nativas, feitas com tecidos costurados a partir de fontes e elementos que elas podiam identificar à sua volta. Se perguntou se essa transparência poderia ser operada em escala internacional ao fazer produtos high fashion. Retornando à Antuérpia, começou a trabalhar essas ideias em um novo conceito de moda, em um processo que originou a Honest by.

Bruno explica a premissa da marca: “Queremos dar aos nossos clientes a oportunidade de comprar com plena consciência do que estão comprando. Queremos produzir todos as nossas peças de uma forma amigável à vida. Queremos que o impacto de nossos produtos e atividades sobre o meio ambiente e a saúde humana sejam tão pequenos quanto possível”.

O nome se refere à política de transparência total da empresa, que também oferece a designers e marcas uma plataforma pública onde compartilha os próprios processos de produção – uma extensa pesquisa realizada em tecidos orgânicos e junto a fornecedores, disponível a quem interessar. Ao comunicar todas as informações a respeito do processo de produção de suas peças, a Honest by. quer lançar luz sobre questões como “Onde é feito e por quem?”. Apesar de simples, são questões que têm ficado esquecidas e escondem uma realidade muitas vezes cruel para trabalhadores e meio ambiente, como falado pelo cineasta Andrew Morgan em seu projeto de documentário sobre a fast fashion (apoiado por Pieters, que promove o filme no site da Honest by.).

Outra proposta inserida no conceito da Hones by. é oferecer continuamente coleções de estilistas estabelecidos e também iniciantes, em que 20% do lucros da grife vão para uma instituição de caridade escolhida pelos próprios designers convidados. Os outros 80% financiam o crescimento da marca, incluindo a contratação de novos funcionários e a ampliação da oferta de produtos.

No que diz respeito ao materiais, a Honest by. opta por trabalhar com o máximo de produtos locais e por não distribuir artigos de couro, pele de animais e chifres. Os únicos produtos de origem animal são a lã e a seda, sendo ambas orgânicas certificadas, além de reciclados ou provenientes de fazendas selecionadas em lugares como o Reino Unido, que possui rígidas leis sobre a agricultura para garantir o bem-estar dos animais. A marca também oferece roupas vegan, ou seja, inteiramente livres de produtos de origem animal.

Mas, longe de qualquer clichê quando se pensa em ecofashion, a Honest by. oferece coleções inovadoras, sempre na vanguarda das tendências mais relevantes. Consegue oferecer a seus clientes a oportunidade de comprar de uma maneira completamente consciente peças que estão à altura das grandes marcas desfiladas nas semanas de moda pelo mundo – que Bruno Pieters conhece tão bem dos tempos de Hugo Boss. Ele alerta aos consumidores que a Terra está em crise ambiental e que seu trabalho é motivado pelos desafios que afetam o clima e os ecossistemas. Também, segundo ele, devemos enfrentá-los coletivamente.

HONEST BY MODA TRANSPARENTE

HONEST BY MODA TRANSPARENTE

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Desde que meu armário coube na mala busco a leveza abundante dos essenciais, dos atemporais, da soma de resgates e inovações.

Trackbacks/Pingbacks

  1. E se as Etiquetas das Nossas Roupas Contassem sua Verdadeira História? | Review – Estilo Sustentável & Slow Lifestyle - 2 de abril de 2015

    […] Já vimos que tem marcas adotando a transparência em seus negócios, como a pioneira Honest By. e, inovando no Brasil, a Catarina Mina. Mas, se hoje as etiquetas de todas as marcas revelassem a […]

  2. E se as Etiquetas das Nossas Roupas Contassem a Verdade? | Review – Estilo Sustentável & Slow Lifestyle - 2 de abril de 2015

    […] Já vimos que tem marcas adotando a transparência em seus negócios, como a pioneira Honest By. e, inovando no Brasil, a Catarina Mina. Mas, se hoje as etiquetas de todas as marcas revelassem a […]

Deixe uma resposta

Comentário