Um jardim suspenso

Por Bruna Miranda

Publicado em , | Tags : , , , , ,

Das possibilidades de se reinventar a jardinagem e criar ambientes sempre agradáveis e floridos, uma novidade linda são os jardins suspensos, também conhecidos como string gardens (na tradução literal, jardins de corda) ou ainda kokedama, uma variação do estilo botânico japonês que significa “bola coberta de musgo”.

Jardim Suspenso Review Slow Living

Imagem via pinterest

São criados com cordas, musgo, grama e plantas e são feitos para serem vistos ao nível dos olhos, como uma verdadeira arte botânica suspensa. Esse tipo de jardim pode ser feito em espaços fechados ou abertos, com inúmeras espécies, desde que não tenham uma raiz muito grande. Montados juntos ou separados, nas fotos dá pra ver a infinidade de maneiras de se criar um desses, que é ainda uma ótima opção para espaços reduzidos. E dá para fazer até mesmo com pequenas árvores e espécies com folhagens maiores, plantas alimentícias, como o limão, alho e ervas para tempero, por exemplo, plantas carnívoras…

Essas estruturas vivas são de baixa manutenção. Em geral, precisam ser mergulhadas em água uma vez por semana, o que pode variar de acordo com as necessidades específicas de cada tipo de planta. À medida em que crescem e ganham peso, dão um jeito de encontrar o seu próprio equilíbrio.

Jardim Suspenso Review Slow Living

Imagem via pinterest

Jardim Suspenso Review Slow Living

Imagem via pinterest

 

Compartilhe esta história

Sobre Bruna Miranda

Bruna é empreendedora e jornalista, idealizadora da plataforma Review e da revista impressa Guia Slow Living, e está experimentando uma vida nômade pelo Brasil. É movida pelo que é atemporal ...

Publicações Relacionadas